Edmo Atique Gabriel: Terapia de reposição hormonal em mulheres pode aumentar risco de demência?

Avaliando a relação entre terapia de reposição hormonal em mulheres e o risco de demência: um estudo sobre Edmo Atique Gabriel

Nesse estudo, a quantidade e a frequência de fogachos noturnos, associados com sudorese intensa e sobressaltos no sono, são apontadas como fatores extremamente preocupantes e impactantes para o desenvolvimento das demências. Esse ponto se torna de suma importância, pois, dentre tantos sintomas relacionados à menopausa, os fogachos, por serem muito frequentes, costumam ser os mais subestimados.

Para completar o cenário de tantas polêmicas, em 2021, foi realizado por um outro grupo de pesquisadores, com bastante nível científico, um estudo envolvendo 380 mil mulheres que já estavam na menopausa e tendo sintomas relacionados a esta fase. Nesse grupo, o impacto global da terapia de reposição hormonal foi considerado positivo, com declínio das taxas de demência, ou seja, um posicionamento completamente oposto às observações apresentadas pelos outros estudos discutidos anteriormente.

Diante então desta divisão de posições, como fica esta questão de uma eventual associação entre reposição hormonal na menopausa e risco elevado para demência?

Nada melhor do que apresentar algumas fragilidades destas pesquisas, reafirmando a necessidade de continuar investigando e manter a terapia de reposição hormonal como algo viável quando bem individualizada e com riscos bem avaliados. São 3 fragilidades que merecem uma profunda reflexão:

Fragilidade 1

As pessoas, no caso as mulheres na menopausa, podem apresentar predisposição genética para uma série de condições e doenças. Obviamente que o peso dos fatores genéticos pode ser difícil de medir, mas jamais pode ficar de fora de qualquer análise de risco. Testes genéticos podem ser uma possível solução e tornar menos abstrata a força dos fatores hereditários.

Fragilidade 2

Como existem inúmeros tipos de reposição hormonal, cada qual com sua composição e distribuição de doses, não há segurança absoluta para afirmar qual seria ou quais seriam as formulações de maior risco. Portanto, existe uma lacuna que precisa de maior investigação e correlação.

Fragilidade 3


Fonte: https://www.uol.com.br/vivabem/colunas/edmo-atique-gabriel/2023/11/04/terapia-de-reposicao-hormonal-em-mulheres-pode-aumentar-risco-de-demencia.htm


Publicado

em

por

Tags: